A batalha tem sido contra uma Inteligência Artificial e os seus escravos humanos

Benjamin Fulford, 18 de Junho de 2012

Como diz o velho clichê, a verdade por vezes é mais estranha que a ficção. Evidências empíricas demonstram que a atual crise financeira tem sido causada por uma inteligência artificial. Esta inteligência artificial nasceu de um sistema monetário que não foi baseado na realidade, mas era parasita da realidade.

É por isso que a maioria das transações no mercado financeiro hoje em dia são realizadas por computadores e não por humanos. É por isso que estão tentando eliminar todos os negociantes humanos da Chicago Mercantile Exchange. É por isso que uma pequena elite humana ainda vivem uma vida astronomicamente rica e têm estado a promover o uso de drones e robotoids para substituir soldados humanos que já não obedeciam ordens. É por essa razão que tantos jovens estão reduzidos à escravidão e ás drogas pela elite e alguns estão fugindo para a realidade virtual.

Bem, a realidade desferiu um contra-ataque fatal contra a matriz monetária conhecida por alguns como Satanás.

Conforme mencionado anteriormente, a intensa cobertura da mídia sobre a ”crise financeira” e a ”crise europeia” ignorou o elefante na sala. O que aconteceu é que as pessoas que produzem coisas reais no mundo real não estão mais prestando homenagem à besta financeira em Wall Street e City of Dondon, e os escravizadores de mentes no Vaticano e os valentões em Washington D.C. Continuar a ler

Anúncios

A Conspiração do Imperialismo Britânico

Por Henry Makow Ph.D.

30 de Maio de 2004

Teóricos da Conspiração como eu acreditam que a história moderna reflete uma conspiração de longo período por uma elite financeira internacional para os fins de escravizar a humanidade.

Como homens cegos examinando um efefante, nós atribuímos essa conspiração aos Sionistas, Illuminati, Vaticano, Jesuítas, Franco-maçons, Nobreza Negra e Bildersbergs etc.

Os verdadeiros vilãos estão no coração de nossa vida econômica e cultural. Eles são as famílias dinásticas que dominam o Banco da Inglaterra, o Federal Reserve Bank e cartéis associados. Eles também controlam o Banco Mundial e o FMI e a maioria das agências de inteligência do mundo. Sua identidade é secreta, mas os Rothschild certamente é uma delas. O Banco da Inglaterra foi “nacionalizado” em 1946 mas o poder para criar dinheiro se manteve nas mesmas mãos.

A Inglaterra é de fato uma oligarquia dirigida pela “Coroa” que refere-se a “Cidade de Londres” não a Rainha. A Cidade de Londres é dirigida pelo Banco da Inglaterra, uma corporação privada. A Cidade é um estado localizado no coração da grande Londres. O Vaticano do mundo financeiro, a Cidade não está sujeita à lei Britânica ou internacional. Continuar a ler

Mudança do comportamento para Nova Ordem Mundial

marioneteA Mídia Illuminati

O Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento oferece aos planejadores da Nova Ordem Mundial a capacidade silenciosa e quase invisível de modificar as atitudes e o sistema de valores de toda a sociedade. Eles precisam disso para colocar em cena a Nova Ordem Mundial Illuminati. Você achará difícil acreditar em quanto sua vida diária está sendo manipulada, mas após compreender como isto está sendo realizado, poderá tomar as medidas para reduzir ou eliminar os efeitos. Aprenda a proteger as pessoas a quem ama.

Nada parece mais irritante para a maioria das pessoas que descobrir que alguma força misteriosa esteja manipulando e alterando suas vidas silenciosa e invisivelmente. As pessoas reagem de forma tão negativa, que parece que se sentem violadas. Lembro-me que nos anos 60, a população ficou sabendo que um processo de publicidade ‘invisível’ tinha sido desenvolvido e testado nas salas de cinema, chamada Publicidade Subliminar. Houve uma indignação tão grande que a indústria cinematográfica se comprometeu a nunca mais usar a propaganda subliminar. Aquele compromisso veio em boa hora, pois o Congresso americano estava prestes a aprovar uma legislação que tornava a publicidade subliminar ilegal. A promessa feita pela indústria cinematográfica e televisiva contornou a crise e o Congresso nunca chegou a aprovar aquela legislação. Até o dia de hoje o uso de subliminares não é ilegal, ao contrário do que a maioria das pessoas acredita. Continuar a ler

Julian Jaynes: A Mente Bicameral

João de Fernandes Teixeira – Portal Ciência & Vida

Embora pouco conhecido no Brasil, Julian Jaynes (1920-1997) foi um dos mais originais filósofos da mente do século XX. Nascido nos arredores de Boston foi também um grande professor universitário, tendo lecionado na Universidade de Princeton por longo tempo. Infelizmente, Jaynes não viveu muito. O alcoolismo corroeu sua saúde, o que o levou a falecer prematuramente.

Sua obra principal, The Origin of Consciousness in the Breakdown of the Bicameral Mind, publicada em 1976, tornou-se, na época, muito popular nos meios acadêmicos americanos. Posteriormente, tornou-se uma espécie de leitura cult, por exibir um conhecimento profundo dos textos das antigas civilizações, o que demonstrava uma extraordinária erudição do autor.

Nesse livro, Jaynes apresenta uma hipótese inusitada sobre a origem da consciência humana, que aproximava pela primeira vez a Filosofia da Mente da História, do estudo dos textos antigos e da Antropologia. Seus pontos de vista são considerados um pouco fantasiosos, especialmente se examinados da perspectiva da Neurociência contemporânea.

Contudo, Jaynes continua sendo lido e, nos Estados Unidos, há, hoje, uma Julian Jaynes Society, que se dedica ao estudo de sua obra. Ao que parece, sua teoria da consciência, apesar de fantasiosa, ainda é muito sedutora. Ou talvez porque estejamos diante de um daqueles casos nos quais se aplica o provérbio italiano que diz “si non è vero è ben trovato”.

A hipótese de Jaynes é que, se numa linguagem não existe a palavra “eu” (e seus pronomes), seus falantes não terão uma mente ou consciência no sentido em que nós a temos. A ausência de uma representação de “eu” na linguagem escrita é indício de que em uma determinada época ou cultura não havia nada parecido com uma “consciência”, talvez nem mesmo em sua tradição oral. Continuar a ler

Instituto Tavistock de Relações Humanas: Controle Mental

Dos tempos imemoriais do antigo Egito (cujas técnicas de tortura, administração de drogas, a prática do hipnotismo documentadas no Livro dos Mortos nada mais eram que a tentativa de escravização mental dos presumidos iniciados.

Pode afirmar-se, com alguma certeza, que as “raízes” da espionagem moderna no Ocidente, estão nos reinos da Península Ibérica, cujos métodos foram aperfeiçoados, séculos mais tarde, pela Inquisição.

No final do século XIX um “grupo de pessoas” reconheceu que a Grã Bretanha e a Alemanha eram as regiões ideais para iniciar o estudo do comportamento humano. Assim, em 1882 surge em Inglaterra o primeiro centro de pesquisas das “Ciências do comportamento” baseadas em pesquisas que envolviam técnicas de controle mental anteriormente estudados na Alemanha pelo Instituto Kaiser Wilhelm.

É nestas circunstâncias que surge em Londres, em 1921, num edifício cedido pelo 11º Duque de Bedford, o Instituto para as Relações Humanas Tavistock, destinado a investigar as rupturas psicológicas dos militares submetidos ao stress da I Guerra Mundial, bem como determinar a forma de controlá-los mentalmente em zonas de combate. Numa primeira fase da investigação os trabalhos foram coordenados por Sir John Rawlings Reese, que chefiava um departamento designado British Army Psychological Warfare Bureau. Continuar a ler

Dialética Hegeliana: Nova Ordem Mundial Illuminati

CMI Brasil

Resumo da notícia da revista Time, de 25/5/1992, “A Chat with the Gorbatchevs”, pg 51.

“Nada sobre a visita triunfal de duas semanas de Mikhail Gorbatchev aos EUA sugere que ele seja um político removido do poder. Os americanos … o receberam com ovações… Embora sua visita aos EUA tenha sido para angariar fundos e fazer contatos para …. a Fundação Gorbatchev, ela também serviu para apresentá-lo aos estadistas, cujos pronunciamentos terão repercussões em todo o mundo. Seu tema é um corolário de sua própria Perestroika: o mundo inteiro precisa de uma mudança e de uma reorientação… Gorbatchev não foi forçado a admitir que a teoria socialista falhou ou que o comunismo morreu. Uma alternativa entre capitalismo e comunismo estará sendo oferecida em um futuro próximo ….”

A maioria de vocês provavelmente está balançando a cabeça, confusa com essa notícia, não percebendo que ela contém uma das maiores admissões na história do mundo moderno! No entanto, qualquer aluno da conspiração Iluminista da Nova Ordem Mundial, saberia imediatamente o que Gorbatchev quis dizer quando afirmou “uma alternativa entre capitalismo e comunismo estará sendo oferecida em um futuro próximo”.

Ao considerarmos a afirmação de Gorbatchev com cuidado, vemos que ele nos disse que existem três sistemas de governo, dois atualmente constituídos e um por vir. Ele especificamente menciona o comunismo e o capitalismo como atualmente estabelecidos no mundo, mas afirma que um terceiro, ainda sem nome definido, será implantado, que não será nem comunista nem capitalista. Continuar a ler

Presidente Obama: Uma Profecia de Monteiro Lobato

Mídia Global

Há algum tempo comecei a obeservar algumas estranhas “coincidências” acerca do presidente dos estados Unidos, Barack H. Obama (Bush, Skull and Bones, Sionista), que me chamaram bastante a atenção. Todavia, em virtude de diversos compromissos não tive o tempo necessário para desenvolver o artigo. Pesquisando pela internet, encontrei alguns blogs abordando a questão que hoje pretendo discorrer e tratar com os leitores aqui do Blog Mídia Global. Citarei partes desses artigos e manterei os créditos aos autores originais das referidas matérias no final do post e posteriormente ao final teceremos nossas considerações.

O Presidente Negro ou Choque de Raças”, é um romance de Monteiro Lobato, sendo a obra uma ficção científica escrita em 1924 que se desenrola no ano de 2228 e fala da vitória de um negro eleito Presidente dos EUA, se tornando o homem mais poderoso do mundo. O livro aborda questões como racismo e segregação racial entre negros e brancos e também fala de uma rede de comunicação que permite as pessoas se comunicarem a distância. (seria a Internet?). Continuar a ler