É hora de parar de financiar os EUA

Benjamin Fulford 22-05-12

Gostaríamos de começar este relatório semanal com uma mensagem especial ao presidente da China, Hu Jintao: O povo chinês pediu ao criador para garantir a ascensão pacífica da China para o centro do palco mundial. Foi-lhe dito que isso aconteceria, mas você prometeu acabar com a pobreza e parar a destruição ambiental. Você já presidiu um dos maiores períodos da longa e gloriosa história da China.

Contudo, não foram capazes de acabar com a pobreza e parar a destruição ambiental. Nós pedimos para que por favor não obstrua o caminho de pessoas que desejam realizar esses objetivos. Especificamente, nós gostaríamos que você parasse de subsidiar o governo corporativo fascista ilegal de Obama com dinheiro chinês. Só em 2011 você sozinho forneceu-lhes $295 bilhões em subsídios chineses. Por favor pare de fazer isso. Obrigado.

E agora a notícia:

O culto satânico que tomou o poder na Europa ocidental e nos Estados Unidos agora é uma besta ferida e perigosa ameaçando outra vez desencadear o terror nuclear. Uma fonte de serviços de inteligência britânica disse que uma bomba nuclear que estava destinada a explodir em Londres era um SS19 Ucraniano que tinha sido “reduzida” para gerar uma explosão máxima de 500 quilotons a 100 quilotons. A bomba em Londres foi trazida num momento em que por razões misteriosas alguém sênior do Ministério da Defesa britânica ordenou que todos os AWACS mantivessem-se em solo, disse ele. Esta arma foi então da Inglaterra para a Alemanha e agora pode estar no Japão, disse ele. Aviões AWACS devem ser capazes de detectar a bomba durante o transporte, porque ela está sem blindagem.

Estes mísseis nucleares faziam parte de um lote vendido pelo negociante de armas russo Viktor Bout, dizem as fontes. O Irão também comprou algumas dessas armas, disse ele.

Essa nova informação se encaixa com o que outras fontes, incluindo um agente do FSB de apelido Richard Sorge e um parente próximo do Xá do Irã, disse.

Este grupo satânico irá dar outro empurrão para iniciar a 3ª Guerra Mundial no Irão, ele e outras fontes disseram. Continuar a ler

Anúncios

Presidente Obama: Uma Profecia de Monteiro Lobato

Mídia Global

Há algum tempo comecei a obeservar algumas estranhas “coincidências” acerca do presidente dos estados Unidos, Barack H. Obama (Bush, Skull and Bones, Sionista), que me chamaram bastante a atenção. Todavia, em virtude de diversos compromissos não tive o tempo necessário para desenvolver o artigo. Pesquisando pela internet, encontrei alguns blogs abordando a questão que hoje pretendo discorrer e tratar com os leitores aqui do Blog Mídia Global. Citarei partes desses artigos e manterei os créditos aos autores originais das referidas matérias no final do post e posteriormente ao final teceremos nossas considerações.

O Presidente Negro ou Choque de Raças”, é um romance de Monteiro Lobato, sendo a obra uma ficção científica escrita em 1924 que se desenrola no ano de 2228 e fala da vitória de um negro eleito Presidente dos EUA, se tornando o homem mais poderoso do mundo. O livro aborda questões como racismo e segregação racial entre negros e brancos e também fala de uma rede de comunicação que permite as pessoas se comunicarem a distância. (seria a Internet?). Continuar a ler

Governo dos EUA admite que Forças Armadas obedecem à ONU e à NATO

Por BrasiL Indomável

Durante a audiência do comitê de Serviços Militares do Senado americano, em 7 de março de 2012, o secretário de Defesa ao Congresso dos EUA, Leon Panetta, e o chefe do Estado Maior, General Martin Dempsey, escancaradamente admitiram que a autoridade de declarar guerra não é exclusiva do Congresso americano (artigo I, seção 11 da Constituição – exceto em casos de resposta a um ataque real e iminente contra o território americano), mas que os Estados Unidos são subservientes e recebem ordens de ação militar das Nações Unidas e da NATO, que são organismos internacionais sobre os quais o povo americano não tem nenhuma influência democrática.

Assista ao trecho da audiência do Senado em que Panetta admite que a soberania dos EUA está entregue aos organismos internacionais, veja aqui

Por André o’Zaca

O testemunho de Panetta, afirmando que a ONU e a OTAN têm autoridade suprema sobre as ações das Forças Armadas americanas, palavras que efetivamente declaram que o Congresso é apenas uma instituição cerimonial, fez com que o representante (equivalente a deputado federal) Walter Jones introduzisse uma resolução reafirmando que tal comportamento é um “crime grave e sujeito a um processo de impeachment”, de acordo com a Constituição dos EUA.

Apesar dos esforços do Pentágono de alegar que as palavras de Panetta foram mal interpretadas, o governo tem citado frequentemente a autoridade das Nações Unidas em relação à invasão do ano passado na Líbia, a qual foi conduzida sem aprovação do Congresso. Em carta ao Congresso, Obama disse que o ataque militar foi “autorizado pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas”.

Este posicionamento de Panetta, colocando poderes internacionais acima do poder legislativo americano, demonstra abertamente que eles não mais representam o povo daquele país e sim a interesses globalistas, o que abre caminho para a instituição de uma ditadura global e de um exército mundial que desrespeitarão a soberania de qualquer país do planeta. Mais informações aqui.

Fonte: BrasiLIndomaveL

Saiba mais:

Simbologia Illuminati em Notas de Dólar

A mudança no poder financeiro está quase completa: Nova Ordem Mundial

Já é matematicamente impossível liquidar a dívida dos EUA