Illuminati no Japão: Maçonaria e Judaísmo, presença milenar no Japão

Benjamin Fulford 7-2-7

Franco-maçons japoneses dizem que seus vínculos com os franco-maçons ocidentais remontam aos tempos da Antiga Suméria, Babilônia, Mesopotâmia e Egito, mas eu não fui capaz de verificar isso.

Os vínculos verificáveis mais precoces remontam quando o império Khazar (judeus asquenazes são descendentes de Khazares) foi destruído pelos Mongóis e os Russos cerca de 1.000 anos atrás. Naquele tempo, sua elite fugiu com seu tesouro para a Europa e a China. O grupo que fugiu para a China então fugiu para o Japão conforme os exércitos Mongóis de Kublai Khan conquistava a China. Esse é o porquê da Estrela de David poder ser vista em santuários milenares no Japão. Os Khazares originais foram assimilados pela elite Japonesa pelos séculos seguintes, mas certas influências Maçônicas/Khazaristas se tornaram uma parte permanente da cultura Japonesa. Assista a vídeo sobre: Judaísmo, presença milenar no Japão.

Depois que o Almirante Perry chegou e forçou os Japoneses a abrirem sua economia, o homem de Rothschild (judeu-khazariano) na Ásia, Jardine Matheson, enviou um agente para o Japão. Seu nome era Thomas Blake Glover e sua missão era criar um novo mercado de armas iniciando guerra civil e desintegração do Japão. O objetivo final dessa guerra era preparar o Japão para a colonização. Ele manobrou para vender alguns navios de guerra e armas, mas no fim, o complô de Glover foi descoberto e ele foi levado à falência.

Por essa época, aprendendo sobre a associação perdido há muito tempo, os Franco-maçons ocidentais decidiram-se por uma aproximação diferente. Um agente especial Franco-maçom de Rothschild, Guido H.F. Verbeck, iniciou uma muito bem sucedida franquia Japonesa. Ele é o homem no centro dessa fotografia.

As pessoas ao redor dele são os (escórias-traidores) pais fundadores do Japão moderno e os membros veteranos da moderna original loja Franco-maçônica controlado por judeus-khazarianos. Eles estabeleceram o imperador Meiji como seu símbolo e modernizaram o Japão.

Aos maçons Japoneses foi dada ampla assistência pelas suas contrapartes Judaica-Inglesa e Judaicas-Européias e ficaram, desta forma, aptos a desmontar a antiga vingança Khazar sobre a Rússia Imperial, na guerra Russo-Japonesa.

Em anos mais tarde, confrontados pelo racismo Ocidental, os Franco-maçons Japoneses decidiram que eles precisavam conquistar e modernizar toda a Ásia. Seu objetivo final era preparar para uma prova final com o Ocidente e tornar Tokyo a capital de um império da Asia Oriental.

Eles se aliaram ao Barão de Rothschild (Conhecido por nós como Adolf Hitler) e foram gravemente derrotados pelos Rockefellers, mas na verdade o império Rockefeller foi criado pelos… Rothschilds.

Depois da guerra, os vitoriosos Rockefellers chegaram ao Japão para inspecionar sua nova possessão. Negociações sobre a nova ordem pós-guerra tomaram lugar principalmente no interior da Grande Loja Maçonica Japonesa (é uma instalação subterrânea oculta próxima à Torre de Tokyo).

A antiga conexão Rothschild ainda existe, mas, desde que os Rockefellers foram vitoriosas na 2ªGM, são os Rockefellers que exercem o maior controle.

Hoje em dia, o Japão permanece um estado vassalo, fazendo imensos pagamentos anuais a seus novos mestres. Em teoria, os Illuminati podem receber $35 trilhões em papéis sem valor (dados oficiais põem o número próximo a $5 trilhões, dados secretos em mais de $35 trilhões), que têm sido dados em troca por 60 anos para suprir Americanos com rádios, TV’s, carros etc. Mais recentemente, os Japoneses têm sido ameaçados à submissão com poderosas armas secretas. Usando o ex-Primeiro Ministro Koizumi e o Ministro das Finanças Heizo Takenaka, eles também projetaram uma semi-secreta tomada de comando do sistema bancário comercial Japonês. Por exemplo, o novo logo do banco Tokyo Mitsubishi UFJ (maior sistema de poupança do mundo)  é um olho Maçônico-Illuminati.

Ano passado, o governo Japonês proveu os Illuminati com perto de $800 bilhões que usaram para financiar as guerras e dívidas públicas dos EUA e circulam pelo mundo comprando ações de outras companhias e bens imobiliários.

Com a chegada de sociedades secretas asiáticas e japonesas (Black Dragon Society, White Dragon Society, Green and the Red Societies etc) na equação do poder, o governo fantoche pró-Illuminati Japonês está agora considerando como renegociar seu status.

O plano que eu sugeri a eles é fazer uma aliança com a China, Índia, Rússia e os países muçulmanos livres (p. e. Malásia e Indonésia), América do Sul, África etc antes de anunciar ao mundo que eles não mais financiarão os Rockefellers, Rothschilds e seu gênero Illuminati.

Em lugar, eles exigirão um encontro global para discutir uma nova forma de dirigir o planeta. Eles também se oferecerão para financiar uma batalha para pôr fim à toda pobreza, destruição ambiental e doenças.

Porque o sistema socialista/facista militar e industrial dos EUA entraria em colapso sem financiamento Japonês, os EUA continuariam a receber generosos financiamentos em troca de uma promessa para usar o Pentágono para liderar a nova guerra contra a pobreza, destruição ambiental e doenças.

Esse plano está sob séria consideração e as rodas estão em movimento.

Fonte: http://www.rense.com/Datapages/fulfdat.htm

Saiba mais:

Imperador legítimo do Japão reclama o trono: sumérios e hebreus

Terremoto e Tsunami no Japão: Evidências de ataque terrorista contra o Japão

Desastre Nuclear no Japão – Sabotagem Sionista

One thought on “Illuminati no Japão: Maçonaria e Judaísmo, presença milenar no Japão

  1. Muito bom seu blog irmao….esssa do JAPAO, é impressionante eu sou da faculdade que faz japones…ja estava imaginando que tinha uma coisa haver com os japones chineses coreanos e chineses …um abraço….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s