Terremoto e Tsunami no Japão: Evidências de ataque terrorista contra o Japão

Evidências e códigos revelam desastre artificial

O Japão encontra-se numa zona geologicamente instável e sofre diariamente os efeitos da atividade sísmica. Todavia, muitas evidências irrefutáveis indicam que o mega terremoto e tsunami no Japão foi um desastre artificial. Aqui temos evidências bastante razoáveis, de qualquer forma, recomendo que tirem suas próprias conclusões.

Filme Presságio

O filme “Knowing” (Presságio) lançado em 2009 com Nicolas Cage no papel principal previu desastre nuclear no Japão. Veja com atenção as cenas do filme aqui e segunda parte aqui.

Alex Collier previu tsunami no Japão

Alex Collier previu tsunami no Japão. Alex Collier disse em 1995: ”Há uma possibilidade que uma parte do Japão afunde, e não vai ser um acidente, vai ser criado pelo governo mundial.” Acesse o vídeo aqui

Coincidências revelam códigos secretos

1) 11 de novembro de 1918 – O Armistício da Primeira Guerra Mundial foi assinado ás 11 horas do dia 11 de novembro de 1918 que pôs fim à Guerra.
2) 11 de setembro de 2001 – Atentado ao World Trade Center
3) 11 de março de 2004 – Atentados em Madrid (911 dias após 11 de setembro de 2001)
4) 11 de janeiro de 2010 – Mega terremoto no Haiti
5) 11 de março de 2011 – Mega terremoto e mega tsunami no Japão
6) 11 de maio de 2011 – Terremoto devastador incomum na Espanha

Apenas coincidência?

A numerologia se desenvolveu na antiga Babilônia. É fato que a numerologia fora adotada pelos iluminati, uma sociedade secreta satanista que estão por trás dos governos, religiões, agências de inteligência e maiores organizações empresais em todo o mundo.

Número 11 é utilizado pelos illuminati como assinatura terrorista!

Evidências de terremoto artificial

As ondas sísmicas em vermelho revelam detonação de um teste nuclear subterrâneo realizado na Índia em 1998. As ondas sísmicas em azul indicam um terremoto natural que ocorreu em 1995 no Paquistão.

Este gráfico acima mostra as ondas sísmicas do terremoto e tsunami artificial no Japão em 11 de março de 2011. As ondas sísmicas deste terremoto são muito semelhantes com as ondas sísmicas produzidas por um teste de detonação nuclear. Veja sismógrafo instalado no Japão aqui.

Terremoto artificial

O conceito em si é simples: através do estudo das falhas geológicas, de vulcões submarinos extintos ou de atrito das placas tectônicas nas vizinhanças da nação visada, definindo-se um ponto crítico para a instalação de um artefato (bomba) termonuclear ou de nêutrons, com potência calculada para desencadear um abalo sísmico de grande intensidade, ou uma sequência de abalos com enorme efeito destrutivo. A única explicação plausível para o ocorrido no Japão foi o de uma detonação submarina de bomba nuclear.

Benjamin Fulford, ex-jornalista-chefe da Forbes relatou que armas nucleares foram perfurados no solo do oceano, as bombas foram detonadas, desencadeando terremoto e tsunami, espalhando radiação no oceano. (Fonte)

Aumento de terremotos nas últimas décadas

Gráfico mostra aumento de terremotos nas últimas décadas

Datas————–Anos decorridos—–Quantidades de sismos (Mag superior a 6.99)

1863 a 1900———-38 anos—————————12
1901 a 1938———-38 anos—————————53
1939 a 1976———-38 anos—————————71
1977 a 2014———-38 anos————————–164 (até Março de 2011) previsão de 190 sismos até 2014.

Entre 1997 e 2007, um período de apenas 10 anos, houve 99 terremotos de magnitude 6.9 ou superior: Isso representa um aumento de 600% em comparação com décadas anteriores. Armas sísmicas estão causando o aumento na quantidade de terremotos? (Fonte)

Imagens de satélite confirmam mudança na ionosfera

Imagens de satélite da NASA mostram mudanças no calor da ionosfera acima do epicentro do terremoto de 11 de março de 2011. O índice total do elétron na ionosfera aumentou dramaticamente antes do terremoto. Fonte: technologyreview.com

Magnetômetro registra HAARP ativo antes e durante o terremoto

Magnetômetro mostra atividade de HAARP no dia 11 de março de 2011

Magnetômetro mostra atividade do HAARP no dia 11 de março de 2011. Magnetômetro é um instrumento usado para medir as alterações dos campos magnéticos na ionosfera. A Ionosfera se localiza entre 60 a 1.000 km de altitude, e devido à sua composição, reflete as ondas de rádio artificial induzido por HAARP.

Imagem mostra HAARP ativo nos dias 9 a 11 de março de 2011, imagem retirado do site oficial do HAARP.

Acesse site oficial do HAARP aqui, e no campo DATA digite a data do terremoto nesta ordem: 2011/03/11, sem barras.

O que é HAARP?

HAARP próximo de Gakona, Alasca, a oeste do Parque Nacional Wrangell-San Elias

Antenas de HAARP utilizam frequências de ondas de rádio super-potentes [bilhões de Watts] que são focalizadas para aquecer uma área de 1.000 Km quadrados da ionosfera. Os cientistas do instituto HAARP constataram que a frequência 2,5 Hz é a frequência que corresponde a assinatura de ressonância de um terremoto.

HAARP pode emular a frequência 2,5 Hz e irradiar essa frequência para ionosfera, a ionosfera reflete essa energia de volta para superfície da Terra – penetrando vários quilômetros no solo, desencadeando terremotos. Ao irradiar a frequência em uma trajetória específica, HAARP pode provocar terremotos em qualquer lugar do planeta. Uma transmissão de curta duração não é o suficiente para perturbar a matéria sólida (magma e crosta terrestre) por isso eles transmitem a frequência na área-alvo durante vários dias.

HAARP começou a transmitir a frequência 2.5 Hz, pouco antes da meia-noite dia 8/03/11 e continuou a transmitir a mesma frequência até 11/03/11 quando ocorreu mega terremoto no Japão. HAARP foi rapidamente desligado após terremoto.

No site da USGS é possível observar que o terremoto NÃO aconteceu na falha geológica do Anel do Pacífico. O epicentro foi a cerca de 100 km a oeste da falha geológica. O epicentro ocorreu em terra firme!

.

Projeto HAARP: Secretário de Defesa Admite Guerra Ambiental

Secretario de Defesa dos E.U.A, William Cohen, em 1997, durante a “Counter Terrorism Conference”, defendendo o Programa H.A.A.R.P, desenvolvido no ALASKA, pela Marinha e pela Força Aérea americana, disse:

“Outros países estão envolvidos em um mesmo tipo de eco-terrorismo para que possam alterar o clima, detonar terremotos e vulcões remotamente, através do uso de ondas eletromagnéticas. Portanto, não faltarão mentes engenhosas por aí, que estarão encontrando formas de causar terror à outras nações. Isto é real, e essa é a razão pela qual temos de intensificar os nossos esforços, e é por isso que isto é tão importante. “

Acho que não é preciso dizer mais nada sobre o uso militar do meio ambiente, não acham? Isso foi dito faz 13 anos! Discurso original no site do Departamento de Defesa dos EUA: http://www.defense.gov/Transcripts/Transcript.aspx?TranscriptID=674

Resolução do Parlamento Europeu sobre HAARP

Em 1999, o Parlamento Europeu emitiu uma resolução onde afirmava que o Projeto HAARP manipulava o meio ambiente com fins militares, contestando uma avaliação do projeto, por parte da Science and Technology Options Assessment (STOA), o órgão da União Europeia responsável por estudo e avaliação de novas tecnologias.
Em 2002, o Parlamento Russo apresentou ao presidente Vladimir Putin um relatório assinado por 90 deputados dos comités de Relações Internacionais e de Defesa, onde se alega que o Projecto HAARP é uma nova “arma geofísica”, capaz de manipular a baixa atmosfera terrestre. Fonte: http://www.fas.org/news/usa/1997/04/bmd970429d.htm

Quem devastou o Japão e por que?

O Japão foi chantegeado com armas sísmicas dos EUA (fantoche sionista). O Federal Reserve dos EUA (Banco Central dos EUA) liderado por David Rockefeller ordenou esses ataques a fim de extorquir grandes somas de dinheiro e submissão do Japão.

Fonte: Bloomberg.com

Benjamin Fulford ex-jornalista-chefe da Forbes relatou um aumento repentino dos preços das ações de Higashi Nihon House (uma das maiores empreiteiras de construção do Japão) no mês anterior ao terremoto. Só faria sentido para o preço das ações dessa empresa a crescer repentinamente se alguém tivesse conhecimento antecipado que muitas habitações estavam prestes a ser destruídas e reconstruídas. As investigações posteriores irão provar também que este terremoto artificial foi planejado com muita antecedência. (Fonte)

Tom Heneghan, especialista em assuntos militares havia relatado que quatro reatores nucleares no Japão (um em Fukushima) tiveram os seus sistemas de computadores invadidos por vírus “Stuxnet”, um mês antes do terremoto no Japão. Nota: Stuxnet é um vírus de computador israelense-americano da NSA que foi desenvolvido para desestabilizar o programa nuclear iraniano. Ele ataca diretamente nos sistemas de refrigeração de um reator nuclear. Stuxnet desativou os sistemas de segurança dos reatores nucleares japoneses (sistema Siemens) e foi sincronizada a ter lugar no momento do terremoto (Fonte).

Yomiuri Shimbun (um dos maiores jornais do Japão) relatou que o Japão foi atacado por Stuxnet (Fonte).

Informações de um residente em Tóquio

Esta série de terremotos pesados e prolongados não são naturais. Trata-se de terremotos artificiais. Muitos japoneses já perceberam a história. Esta é a verdadeira guerra encoberta! Quando um míssil nuclear anti-bunker é lançado e explode no solo do oceano pode provocar fortes sismos (explosões de bombas nucleares submarinas-subterrâneas). A Marinha dos EUA possui essa tecnologia.

O mentor destes ataques com terremotos artificiais devastadores é David Rockefeller (nazista e sionista), a mão invisível que controla o Federal Reserve dos EUA, que pretende iniciar 3 Guerra Mundial. A China e Rússia serão envolvidos nessa guerra.

A meta eterna de David Rockefeller é trazer o mundo para uma GUERRA FINAL. Caso as pessoas continuem ignorantes, o mundo inteiro vai ser manipulado e destruído por estes velhos loucos. Fonte: http://richardkoshimizu.at.webry.info / Tradução via google.

Explosões de reatores nucleares

Coincidências ou códigos secretos?

As sociedades secretas adoram os números. O terremoto no Japão aconteceu no dia 11 do terceiro mês = 113

A primeira explosão na usina de Fukushima ocorreu no reator 1
A segunda explosão ocorreu no reator 3
Os reatores 1 e 3 formam o número 13 !

Fukushima = Fuck-Shima. Shima em japonês significa ilha!

Acesse também: Desastre Nuclear no Japão – Sabotagem israelense?

A multinacional GE é o responsável pelo desastre nuclear no Japão?

A GE, empresa norte-americana que se gaba de “trazer coisas boas para a vida” foi o designer destas usinas nucleares que estão explodindo como pipocas no Japão.

A empresa pode escapar de bilhões de dólares em responsabilidade por este desastre contínuo em 6 reatores nucleares, graças à lei japonesa, que torna o operador – neste caso, a Tokyo Electric Power Co. (TEPCO) responsável. Continue lendo, acesse a (Fonte).

GE, empresa controlado por Rockefeller

Pode não ser coincidência que os reatores nucleares que explodiram no Japão foram construídos por GE, multinacional controlado por dinastia petrolífera e bancário Rockefeller. De acordo com jornalista Benjamin Fulford, um agente de Rockefeller no Japão contou-lhe que havia planos para construir 500 reatores nucleares na China e depois explodi-las com maquinas de provocar terremotos. É fundamental garantir que não haja possibilidade de sabotagem das usinas nucleares, quer por agentes humanos, ou então pelo uso de hackers ou terremotos artificiais. Existem 15 usinas nucleares construídos pela GE, que estão localizados acima da falha geológica de  New Madrid nos EUA. (Fonte)

Contaminação Nuclear

A usina nuclear de Fukushima foi projetado pela empresa GE, o modelo dos reatores em questão é o Mark I Reactors. O reator número 3 de Fukushima utilizava combustível nuclear MOX (óxido misto), um combustível nuclear feita de combinação de plutônio e urânio. O combustível nuclear MOX utilizado em Fukushima pode demorar décadas para descontaminação e sofre com efeito cumulativo no solo e meio-ambiente, por isso é imperativo reter o vazamento o mais rápido possível. A radioatividade do plutônio pode ser bloqueada pela pele humana ou camadas de papel, mas se a substância for inalada ou ingerida, ela permanece no corpo durante muito tempo (efeito cumulativo) e pode aumentar o risco de câncer.

O mito da radiação

O que define se uma substancia é “veneno” ou “remédio” é a sua dosagem

Começando com o acidente de Three Mile Island em 1979 nos EUA e acidente de Chernobyl em 1986 na Ex-União Sovietica, uma crença generalizada que todos os níveis de radiação ionizante são perigosos foi disseminado ao redor do mundo. Desde 1980, vários estudos científicos têm mostrado efeito de hormese da radiação.

Hormese significa algum evento que é perigoso em altas doses, torna-se benéfico em baixas doses. A idéia de que doses mínimas de algumas substâncias tóxicas fazem bem ao organismo foi descrita pela primeira vez em 1888 e ficou conhecida como “hormese”. Os exemplos mais comuns são os elementos químicos presentes no corpo humano tais como Li, Cd, Se, radiação UV, que são essenciais ao nosso organismo porem se tornam letais se presentes em altas doses no nosso organismo. Os estudiosos que apoiam essa teoria acreditam que a Hormese vale para as radiações ionizantes. De acordo com essa teoria, radiação abaixo de 1 REM, o sistema imunológico ficaria ativado. Exemplo: ( Dizem que as pessoas que vivem em Guarapari, Espirito Santo – um dos lugares de maior radioatividade do mundo – tem uma imunidade maior a Certas Doenças e Vive mais.)

No entanto, este novo entendimento, aparentemente contraditória sobre os efeitos da radiação é desconhecido para o público em geral. A fim de compreender as razões da crença generalizada sobre a radiação, devemos estudar os efeitos da radiação com novos pontos de vista e entender os interesses politicos e comerciais envolvidos na manutenção da crença generalizada de que todos os níveis de radiação são prejudiciais.

Sites que apoiam a teoria de Hormese da Radiação:

hiroshimasyndrome.com

www.ecolo.org

Colapso Financeiro Mundial

As elites no topo da sociedade secreta global Illuminati (nazistas e sionistas) sabem que o seu império financeiro está chegando ao fim, e antes que os últimos pilares de sua rede global desmorone, eles estão tentando criar negatividade em massa através do caos, destruição e mortes desnecessárias sempre que possível. Nota: Hitler e partido nazista foi financiado pelos bancos sionistas. Existem inúmeras evidências indicado a agência alemã conhecido como DVD (David) projetou o nazismo com financiamento judeu.

Como a informação continua a intensificar, os atos repugnantes dos illuminati não poderão ir muito longe e não ficarão impunes.

Eventualmente muitas vitórias virão no Oriente Médio, Ásia, América do Sul e África.

O Japão deu um ultimato aos Illuminati e foi devastado no processo. A ascensão dos Illuminati tornou-se desumana. A Europa, EUA, Rússia, China e Irã poderiam ser os próximos alvos da lista. O que aconteceu ao Japão foi um exemplo para todas as nações que se recusam a obedecer os Illuminati. Os Illuminati vão continuar devastando e escravizando a humanidade, transferindo vastas riquezas para Wall Street e City de Londres (centros financeiros da illuminati).

Os projetos de controle da mente dos Illuminati (MK-Ultra e Monarch) têm produzido literalmente milhões de escravos mente-controlados ao redor do mundo, que são programados desde infancia para levar a cabo a Agenda da Illuminati. Os agentes mente-controlados dos Illuminati (banqueiros, cientistas, juízes, militares, historiadores, editores da mídia) não têm nenhuma empatia com a vida humana, nem mesmo com a própria família, caso prejudique os planos dos Illuminati. Os Illuminati são satanistas perversos e fanáticos, psicopatas de nascença, manipuladores, saqueadores, mentirosos que reinam há séculos e hoje manipulam a economia, governo, educação, exército e mídia mundial. A ONU, OMS, FMI, Interpol, etc são todos controlados por agentes da Illuminati. A verdade é sempre manipulada e escondida do público. A gripe suína e aviária, AIDS e ébola foram criados nos laboratórios militares para despovoar o planeta e gerar lucros bilionários para empresas farmacêuticas.

Para estudo mais aprofundado sobre o terremoto e desastre nuclear e outros assuntos aconselho o site: jimstonefreelance.com

Terremoto na Nova Zelandia foi um desastre provocado?

Terremoto na Nova Zelandia foi um desastre natural, ou foi provocado pelo homem? Acesse: uncensored.co.nz

Saiba mais:

Armas secretas dos EUA e URSS

Terremoto nos EUA provocado por detonação nuclear

Desastre Nuclear no Japão: Sabotagem Sionista

terremoto, tsunami e desastre nuclear no japão foi provocado, causado, ativado, por illuminati, sionistas, eua, rockefeller, vaticano, não foi desastre natural, armas secretas, fim do mundo


Anúncios

10 thoughts on “Terremoto e Tsunami no Japão: Evidências de ataque terrorista contra o Japão

  1. Pingback: Desastre Nuclear no Japão – Sabotagem? | Agenda 21

  2. Pingback: Energia elétrica grátis para todos – Free Energy | Agenda 21

  3. Pingback: Fim da dependência do petróleo em 2012? | Agenda 21

  4. Pingback: Filmes que Previram o Futuro – Agenda Illuminati (Parte 1) | Agenda Global 21

  5. Pingback: A implosão da Federal Reserve e Banco Central Europeu continua | Agenda Global 21

  6. Pingback: Imperador legítimo do Japão reclama o trono – sumérios e hebreus | Agenda Global 21

  7. Pingback: HAARP: A maior arma de destruição em massa da história | Conspiração Global 21

  8. tudo,isso sao 95% provocados por eles com maiores detalhes ocultistas,
    basta estudar um pouco seus numeros e combinacao,ao longo dos tempos,isso inclui
    origem da raca humana,religiao,ate mesmo nos alimentos etc.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s